Repositório Institucional UNICID Campus Tatuapé Dissertações Mestrado Acadêmico em Educação
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/189
Tipo: Dissertação
Título: Escola aberta: a apropriação do espaço público pela comunidade
Autor(es): Rodrigues, Rosemar Ferreira
Primeiro Orientador: Almeida, Júlio Gomes
Resumo: Esta pesquisa buscou compreender em que medida as propostas de abertura da escola tem se constituído em mecanismo que favorece a apropriação do espaço público pela comunidade escolar. Neste sentido buscou inicialmente situar os processos de abertura da escola no contexto mais amplo da abertura das organizações, iniciado a partir do fim da Segunda Guerra Mundial por meio do questionamento das organizações totais, inaugurando um novo paradigma que organiza diversos campos do conhecimento, entre eles o campo das políticas públicas de formação de professores. Considerando este novo paradigma, buscou compreender os sentidos que vêm sendo atribuídos à noção de Escola Aberta nos diferentes contextos onde a abertura da escola vem sendo adotada como política pública. Para realização deste trabalho, foi adotada uma abordagem qualitativa de pesquisa e como procedimento de coleta de dados foi realizada uma revisão da literatura e análise de documentos referentes à abertura de uma escola, com objetivo de identificar, por um lado, os princípios que orientam a elaboração e execução destes projetos que preconizam a abertura da escola como mecanismo de democratização da educação e, por outro, compreender a relação entre estes processos de abertura e as políticas públicas para a infância e a juventude que vem sendo desenvolvidas sob o patrocínio e incentivo da UNESCO – (Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura). Com a análise do Projeto Escola Aberta (PEA) desenvolvido na rede pública municipal de São Paulo buscou-se, por meio de um exemplo concreto, verificar em que medida a abertura da escola pode constituir-se em possibilidade de apropriação do espaço público pela comunidade. Foi possível perceber, por meio da análise da proposta analisada que, embora a abertura da escola possibilite que a comunidade se aproxime da escola, nem todos na escola estão preparados para conviver com a comunidade, sobretudo quando ela começa a compreender os mecanismos de funcionamento da escola a reivindicar seus direitos
Abstract: This research sought to understand to what extent the proposed opening of the school is turning into a mechanism that favors the appropriation of public space by the school community. In this sense initially sought to situate the processes of opening the school in the wider context of open organizations, started from the end of World War II by questioning the organizations total, inaugurating a new paradigm that organizes diverse fields of knowledge, including the field of public policy for teacher education. Considering this new paradigm, we sought to understand the meanings that have been attributed to the notion of Open Schools in different contexts where the opening of school has been adopted as public policy. For this study, we adopted a qualitative approach to research and data collection procedure was performed a literature review and analysis of documents related to the opening of a school, aiming to identify the one hand, the principles that guide the development and implementation of these projects that called for the opening of the school as a means of democratization of education and, secondly, to understand the relationship between these processes of openness and public policies for children and youth that have been developed under the sponsorship and encouragement of UNESCO – (United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization). Examining the Open School Project (OSP) developed at the public hall of São Paulo City sought, through a concrete example, check to what extent the opening of the school can form themselves into the possibility of appropriation of public space for community. It was possible to perceive, through the analysis of the proposal considered that although the opening of the school enables the community to close the school, not everyone in the school are prepared to live with the community, especially when she begins to understand the functional mechanisms of school to claim their rights
Palavras-chave: Escola aberta
Pedagogia institucional
Infância
Juventude
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::ENSINO-APRENDIZAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade Cidade de São Paulo
Sigla da Instituição: UNICID
Departamento: Departamento 1
Programa: Programa de Pós Graduação Mestrado Educação
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/handle/123456789/189
Data do documento: 16-Nov-2010
Aparece nas coleções:Mestrado Acadêmico em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Rosemar Ferreira.pdf1.33 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.