Repositório Institucional UNICID Campus Tatuapé Dissertações Mestrado Acadêmico em Educação
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/213
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorCastro, Eliana Agassi de-
dc.date.accessioned2019-11-14T23:30:10Z-
dc.date.available2010-05-31-
dc.date.available2019-11-14T23:30:10Z-
dc.date.issued2010-05-31-
dc.identifier.citationCASTRO, E.A.Formação continuada por meio de narrativas autobiográficas: um fomento ao autoconhecimento. 2010. 146 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Cidade de São Paulo, São Paulo, 2010.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/handle/123456789/213-
dc.description.abstractThis study examines the importance of autobiographical narratives in the continuing education of education professionals. To reflect on his own work, situations and moments hinges, give them a new interpretation and meaning, enables self-knowledge, take the own life, to build personal and professional identity, to explain the reasons for attitudes, choices and ideas and to move from naive awareness to critical consciousness. The research, from qualitative nature, through semi-structured interviews and questionnaires, shows that, for the characters of the sample, teachers from the CTVida ONG, the autobiographical narrative, as proposed by Josso, contributes to the improvement of their pedagogical practice, autonomy and authorship building, which reflects the improvement of relationship with students, administrators and teachers. The education professional begins to see the student as an active character, capable of learning, human being who deserves respect, regardless of their needs, expectations, differences and pace of learning, not mere recipient of information. The change in methodology, the adequacy of contents and the attitudes of the teacher, permeated by the ethical dimension, valuing more the being than the having, contribute to coping with and reducing violence in school for the full education of the student, the future citizen, participant and critical for the transformation of society. Although small this sample, the results can be extended to other contexts, because they express what is natural and desire of every human being: to be respected, autonomous, author, building your life and profession, to propose, to criticize, to pick and to act with freedom and responsibilitypt_BR
dc.description.sponsorshipAgência 1pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Cidade de São Paulopt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectFormação continuadapt_BR
dc.subjectNarrativa autobiográficapt_BR
dc.subjectAutoconhecimentopt_BR
dc.subjectConscientizaçãopt_BR
dc.subjectAutoriapt_BR
dc.titleFormação continuada por meio de narrativas autobiográficas: um fomento ao autoconhecimentopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.creator.ID01372986847pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8399305050039107pt_BR
dc.contributor.advisor1Rosito, Margaréte May Berkenbrock-
dc.contributor.advisor1ID43287204904pt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1441799724825241pt_BR
dc.description.resumoEste trabalho analisa a importância das narrativas autobiográficas na formação continuada dos profissionais da educação. Refletir sobre a própria trajetória, situações e momentos charneiras, dar-lhes uma nova interpretação e significado possibilita o autoconhecimento, assumir a própria vida, construir a identidade pessoal e profissional, explicar as razões de atitudes, escolhas e ideias e passar da consciência ingênua para a consciência crítica. A pesquisa, de natureza qualitativa, por meio de entrevistas e questionários semiestruturados, mostra que, para os sujeitos da amostra, professores da ONG CTVida, a narrativa autobiográfica, como propõe Josso, contribui para a melhoria de sua prática pedagógica, construção da autonomia e autoria, o que reflete na melhoria do relacionamento com os alunos, gestores e professores. O profissional da educação passa a ver o aluno como sujeito ativo, capaz de aprender, ser humano que merece respeito, consideração de suas necessidades, expectativas, diferenças e ritmo de aprendizagem, não mero recipiente de informações. A mudança de metodologia, a adequação dos conteúdos e as atitudes do professor, permeadas pela dimensão ética, valorizando mais o ser que o ter, contribuem para o enfrentamento e diminuição da violência na escola, para a formação integral do aluno, futuro cidadão, participante e crítico, para a transformação da sociedade. Embora pequena a amostra, os resultados podem ser estendidos a outros contextos, uma vez que expressam o que é natural e desejo de todo ser humano: ser respeitado, autônomo, autor, construir sua vida e profissão, propor, criticar, escolher e agir com liberdade e responsabilidadept_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentDepartamento 1pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós Graduação Mestrado Educaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUNICIDpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::CURRICULO::TEORIA GERAL DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO CURRICULARpt_BR
dc.relation.referencesABONG [org.]. Ação das ONGs no Brasil: perguntas e repostas. São Paulo: Associação Brasileira de Organizações não Governamentais, 2005. Disponível em: <http://www2.abong.org.br/final/bibli.php?ID=150> Acesso em jan. De 2010. ____________. Um novo marco legal para as ONGs no Brasil: fortalecendo a cidadania e a participação democrática. São Paulo: Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais, 2007. AGUIAR, Maria da Conceição Carrilho de. Implicações da formação continuada para a construção da identidade profissional. Artigo apresentado na 29ª. REUNIÃO ANUAL DA ANPED, out. 2006, Caxambu, MG. Disponível em: <http://www.anped.org.br/reunioes/29ra/trabalhos/trabalho/GT08-2691--Int.pdf> Acesso em abril de 2010. ALCÂNTARA, Wiara Rosa R. Autobiografia: relatos de e para formação docente. In: 5ª SEMANA DA EDUCAÇÃO - A UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO E A FORMAÇÃO DOCENTE. Anais... Feusp / CAPPF, nov. de 2007, São Paulo, Faculdade de Educação da USP, 2007. ALMEIDA, Maria Isabel de. Formação contínua de professores. Programa de Desenvolvimento Educacional, Governo do Paraná, PR. 2008. Disponível em: <http://www.pde.pr.gov.br/arquivos/File/pdf/pde2008/Formacaocontinua_de professoresSEEDParana_2008.pdf>. Acesso em jan. de 2010. ALMEIDA, Patrícia Cristina Albieri de; BIAJONE, Jefferson. Saberes docentes e formação inicial de professores: implicações e desafios para as propostas de formação. Educ. Pesqui., vol. 33, no. 2, São Paulo, maio/ago. de 2007. ALSCHULER, Lawrence R. The psychopolitics of liberation: political consciousness from a jungian perspective. USA: Palgrave, 2007. ALVES, Nilda. Nós somos o que contamos: a narrativa de si como prática de formação. In: TVEscola/SEED-MEC. Salto para o Futuro: Histórias de vida e formação de professores. Bol. 1, mar., 2007. pp. 62-71. Disponível em: <http: //www.tvebrasil.com.br/salto/boletins2007/hvfp/070326_historias.doc>. Acesso em janeiro de 2010. AMORIM NETO, Roque do Carmo. Ética e moral na formação inicial de professores. 2008. 125 fl. Dissertação (Mestrado). Faculdade de Pedagogia da Universidade Cidade de São Paulo, São Paulo. ANTUNES, Helenise Sangoi. Lembranças escolares de professoras alfabetizadoras: possibilidades de reflexão na formação de professores. In: VIII CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, EDUCERE 2008. III CONGRESSO IBERO-AMERICANO SOBRE VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS, CIAVE. Formação de Professores. Anais... PUCCPR, out. de 2008, pp. 4163-4176 Curitiba, Paraná, 2008. Disponível em: <http://www.pucpr.br/eventos/edu cere/educere2008/anais/pdf/599_670.pdf>. Acesso em março de 2010. AZAMBUJA, Guacira de. A formação continuada e a continuidade da formação. In: 29ª. REUNIÃO ANUAL DA ANPED. Caxambu, MG, out. 2006. Disponível em: <http://www.anped.org.br/reunioes/29ra/trabalhos/posteres/GT08-1888--Int .pdf>. Acesso em abril de 2010. AZEVEDO, Tania Suely. Autobiografia e formação docente em Rondônia: a busca de uma identidade profissional brasileiro. In: 31ª Reunião Anual da Anped. Anais... Caxambu, MG, out. de 2008. BERKENBROCK ROSITO, Margarète May; MORENO, Leda Virgínia Alves. O sujeito na educação e saúde. São Paulo: Centro Universitário São Camilo; Edições Loyola, 2007. BRAGANÇA, Inês Ferreira de Souza. Pesquisa-formação e histórias de vida de professoras brasileiras e portuguesas: reflexões sobre tessituras teórico-metodológicas. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 37-48, ago./dez. de 2009. BRASIL/MEC. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Brasília, Brasil. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/ldb.pdf>. Acesso em abril de 2010. BUENO, Belmira Oliveira. O método autobiográfico e os estudos com histórias de vida de professores: a questão da subjetividade. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.28, n.1, p. 11-30, jan. / jun., 2002. CABRAL, Jackson C.; FERREIRA, Ana Claudia L. D. EAD como Facilitadora da Formação Continuada do Professor. Projeto Competências na EAD do Núcleo de Tecnologia Digital Aplicada à Educação da FACED/UFRGS. [material de apoio]. Disponível em: <http://www.nuted.edu.ufrgs.br/compead/ materialdeapoio.html>. Acesso em jan. de 2010. CASALI, Alípio. Paulo Freire e outras correntes do pensamento e ação: o pensamento complexo, teologia da libertação, justiça restaurativa, teatro do oprimido e planejamento estratégico e situacional. In: SILVA, Inácio da [Org.]. O pensamento de Paulo Freire como matriz integradora de práticas educativas no meio popular. São Paulo: Instituto Pólis, 2008. p. 9-20. CONTRERAS, José. A autonomia de professores. São Paulo: Cortez, 2002. DELORS, Jacques. Educação: um tesouro a descobrir. São Paulo: Cortes; Brasília, DF: MEC/UNESCO, 1998. DELORY-MOMBERGER, Christine. Recit de soi et formation. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 9-21, ago./dez. 2009. Dicionário de Sociologia. Porto Alegre: Globo S.A., 4a. ed., 1969. DOMINICÉ, Pierre. Pensar a Educação no Horizonte Biográfico. In: DELORY-MOMBERGER, Christine. Biografia e Educação. Natal/RN: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2008. DURAN, Marília Claret Geraes. Formação e autoformação: uma discussão sobre memórias, histórias de vida e abordagem autobiográfica. Revista @mbienteeducação, v. 2, n. 2, p. 22-36, ago./dez., São Paulo, 2009. DUSSEL, Enrique. Ética da Libertação na Idade da Globalização e da Exclusão. Petrópolis: Vozes, 2002. FALCONER, Andres Pablo. A promessa do Terceiro Setor: um estudo sobre a construção do papel das organizações sem fins lucrativos e do seu campo de gestão. Centro de Estudos em Administração do Terceiro Setor, USP, 1999. Disponível em: <http://www.lasociedadcivil.org/docs/ciberteca/andres_falconer .pdf>. Acesso em janeiro de 2010. FAZENDA, Ivani (org.). Didática e Interdisciplinaridade. Campinas, SP: Papirus, 7a ed., 2002. FERNANDES, Francisco; LUFT, Celso Pedro; GUIMARÃES, F. Marques. Dicionário brasileiro da língua portuguesa. Porto Alegre: Zero Hora, 1993. FERREIRA, A. B. H. Miniaurélio. O minidicionário da língua portuguesa. Curitiba: Positivo, 2004. FIORI, José Luís. A governabilidade democrática na nova ordem econômica. Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo. 1995. Disponível em: <http://www.iea.usp.br/iea/textos/>. Acesso em jan. de 2010. FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. 17ª ed. São Paulo: Loyola, 2008. FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 37a. ed., 2008a. _____________. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 14a. ed., 1983. _____________. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 15a. ed., 2008b. _____________; SHOR, Ira. Medo e Ousadia: O cotidiano do Professor. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2a. ed., 1986. FREITAG, Bárbara. Escola, Estado e Sociedade. São Paulo: Moraes, 4ª ed., 1980. FREITAS, Denise de; GALVÃO, Cecília. O uso de narrativas autobiográficas no desenvolvimento profissional de professores. Ciências & Cognição, v. 12, 2007, p. 219-233. FROMM, Erich. O medo à liberdade. Rio de Janeiro: Guanabara, 14ª. ed., 1983. FURLANETTO, Ecleide Cunico. Como nasce um professor? São Paulo: Paulus, 2003a. _____________. Formação de professores: a transformação das matrizes pedagógicas. In: 26ª. REUNIÃO ANUAL DA ANPED. out. 2003b, Poços de Caldas, MG. Disponível em: <http://www.anped.org.br/reunioes/26/ trabalhos/ecleidefurlanetto.rtf>. Acesso em janeiro de 2010. _____________. Formação de professores: tecendo experiências. Notandum, 17 jul/dez, 2008. _____________. Tomar a palavra: uma possibilidade de formação. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 128-135, ago./dez. 2009. FUSARI, José Cerchi. Avaliação de modalidades convencionais e alternativas de educação contínua de educadores: preocupações a serem construídas. In: BICUDO, M. A. V. & SILVA JUNIOR, C. A. [Orgs.], Formação do educador e avaliação educacional: formação inicial e contínua. São Paulo: UNESP, 1999. _____________. O professor de 1o. Grau: trabalho e formação. São Paulo: Loyola, 2a. ed., 2002. FUTEMA, Fabiana. Escolas latino-americanas perdem um aluno a cada 28 segundos. Jornal Folha de São Paulo, 23 de jun., 2006. Disponível em <http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/ult305u18744.shtml>. Acesso em Abril de 2010. GADAMER, Hans-Georg. Verdade e método. Rio de Janeiro: Petrópolis; São Paulo: Vozes; Editora Universitária São Francisco, 2007. GOHN, Maria da Glória Marcondes. Educação nãoformal e cultura política: impactos sobre o associativismo do terceiro setor. São Paulo: Cortez, Col. Questões da Nossa Época, v.71, 4a. ed. 2008. GONÇALVES, Ana Cristina; FRITZEN, Celdon. Narrativa autobiográfica e mangá: uma análise de gen pés descalços. História, imagem e narrativas, n. 6, v. 3, abr. 2008. HAAS, Lurdi; LISBOA, Waldiney Jorge; MARIANI, Fábio; MONTEIRO, Filomena Arruda. Narrativas de formação de professores que atuam na educação de jovens e adultos: possibilidades investigativo-formativas. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 37-48, ago./dez. 2009. HASSENPFLUG, Walderez Nosé; FROCHTENGARTEN, Tônia Bela; REZENDE, Sônia Madi; FONSECA, Vanda Noventa; CLARA, Regina Andrade; ABREU, Renata Moraes. Ong parceira da escola: educação e participação. São Paulo: Cenpec, 4ª ed., 2001. HOUSSAYE, Jean. Le triangle pédagogique, ou comment comprendre la situation pédagogique. In: HOUSSAYE, Jean. (dir.) La pédagogie: une encyclopédie pour aujourd'hui. Paris, França: ASF Èditeur, 1994. p. 13-24. JAPIASSÚ, Hilton; MARCONDES, Danilo. Dicionário Básico de Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 3a. ed., 1996. JOSSO, Marie-Christine. A transformação de si a partir da narração de histórias de vida. Educação, Porto Alegre/RS, ano XXX, n. 3, v. 63, p. 413-438, set. / dez. 2007. _____________. Experiências de vida e formação. São Paulo: Cortez, 2004. JOVCHELOVITCH, Sandra e BAUER, Martin N. Entrevista narrativa. In: BAUER, Martin N.e GASKELL, George. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis: Vozes, 2002. KOGA, Natália Massaco. As organizações da sociedade civil de interesse público (OSCIPs) e os termos de parceria: uma reflexão sobre a relação entre Estado e sociedade civil. 2004. 180 fl. Tese (Mestrado). Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas. São Paulo. KRAFT, Ulrich. Esgotamento Total. Revista Viver Mente e Cérebro, v. 161, jun. 2006. Disponível em: <http://www2.uol.com.br/vivermente/reportagens/ esgotamento_total.html>. Acesso em abril de 2010. LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. 3a. ed. São Paulo: Atlas, 1993. LE BOTERF, Guy. A participação das comunidades na administração da educação. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 16, n. 1, p. 107-142, jan./mar. 1982. LEITE, Marcos Antônio Santos. O terceiro setor e as organizações da sociedade civil de interesse público, OSCIPs. Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, 2003. Disponível em: <www.almg.gov.br/bancoconhe cimento/tecnico/TerSet.pdf> Acesso em jan. de 2010. LÉVINAS, Emmanuel. Entre nós: ensaios sobre a alteridade. Petrópolis: Vozes, 1997. LIBÂNEO, José Carlos. Democratização da escola pública: a pedagogia crítico-social dos conteúdos. São Paulo: Loyola, 12a. ed. 1994. _____________. Educação na era do conhecimento em rede e transdisciplinaridade. São Paulo: Alínea, 2005. LIMA, Claudia R. O profissional docente do novo século: reflexões sobre autonomia, cultura do desempenho, gestão democrática e qualidade de vida. In: IX CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, EDUCERE; III ENCONTRO SUL BRASILEIRO DE PSICOPEDAGOGIA. Anais... Paraná, PR. out. 2009, p: 11094-11107. MASSI, Cosme Damião Bastos e GIACÓIA JÚNIOR, Oswaldo. Ética e Educação. In: SERBINO, Raquel Volpato, RIBEIRO, Ricardo, BARBOSA, Raquel Lazzari Leite e GEBRAN, Raimunda Abou. Formação de Professores, São Paulo: Editora UNESP, 1998. MAY, Rollo. Eros e a Repressão: amor e vontade. Petrópolis, RJ: Vozes, 1973. MENDES, Maria Celeste Jesus. Saberes e práticas de professoras bem-sucedidas: a voz do aluno. In: IX CONGRESSO ESTADUAL PAULISTA SOBRE FORMAÇÃO DE EDUCADORES. Anais... Águas de Lindoia, São Paulo, set. 2007, p. 307-317. MINAYO, Maria Cecília de S. & SANCHES, Odécio. Quantitativo-Qualitativo: Oposição ou Complementaridade? Cad. Saúde Públ., Rio de Janeiro, v. 9, n. 3, p. 239-262, jul. / set., 1993. MIZUKAMI, M. G. N. Ensino: as abordagens do processo. São Paulo, EPU, 1986. MORGADO, José Carlos. Currículo e profissionalidade docente. Portugal: Porto Editora, 2005. NASCIMENTO, Jussara Cassiano. As narrativas (auto)biográficas como espaço/tempo de formação do professor alfabetizador. In: 16º COLE, CONGRESSO DE LEITURA DO BRASIL. Anais... Campinas, São Paulo, Unicamp, jul. de 2007. NOVELLO, Jaqueline C. Lickfeldt. Formação contínua de professores: relato de uma experiência. In: IV ENCONTRO IBERO-AMERICANO DE COLETIVOS ESCOLARES E REDES DE PROFESSORES QUE FAZEM INVESTIGAÇÃO NA SUA ESCOLA. Anais... Lajeado, Rio Grande do Sul, UNIVATES, jun. de 2005. NUNES, Célia Maria F.; CUNHA, Maria Amália de A. A “escrita de si” como estratégia de formação continuada para docentes. Revista Espaço Acadêmico, n. 50, ano V, jun. 2005. O ESTADO DE SÃO PAULO. Matrículas no fundamental chegam a 95%. Jornal O Estado de São Paulo, 28 de dezembro de 2007, pág. H5. _____________. São Paulo descobre suas crianças superdotadas. Jornal o Estado de São Paulo, 21 de outubro de 2007, p. A47. OLIVEIRA, Anna Cynthia; HADDAD, Sérgio. As organizações da sociedade civil e as ONGs de educação. Cadernos de Pesquisa. São Paulo, n. 112, mar. 2001. PASSEGGI, Maria da Conceição. Narrativa autobiográfica: uma prática reflexiva na formação docente. In: II COLÓQUIO NACIONAL DA AFIRSE. Anais... Brasília, DF, set. de 2003, Universidade de Brasília, 2003. PATTO, Maria Helena Souza. A produção do fracasso escolar. São Paulo: Queiróz, 1991. PERES, Lúcia Maria Vaz. Alguns apontamentos de narrativas autoformadoras: imagens e imaginários das aprendizes de professora. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 2, n. 2, p. 115-127, ago. / dez. 2009. PERISSÉ, Gabriel. Estética e educação. São Paulo: Autêntica, 2009. PINEAU, Gaston. Temporalidades na formação: rumos e novos sincronizadores. São Paulo: Triom, 2003. PLATÃO. Sócrates. São Paulo: Nova Cultural, Col. Os Pensadores, 6a. ed., 1991. RIOS, Terezinha Azeredo. Compreender e Ensinar: por uma docência da melhor qualidade. São Paulo: Cortez, 5a. ed., 2005. ROGERS, Carl R. Liberdade para aprender. Belo Horizonte: Interlivros, 1977. _____________. Sobre o poder pessoal. São Paulo: Martins Fontes, 1978. ROUSSEAU, Jean-Jacques. Os devaneios do caminhante solitário. Brasília: UnB, 1995. SANTOS NETO, Elydio dos. Por uma educação transpessoal: a ação pedagógica e o pensamento de Stanislav Grof. São Bernardo do Campo, SP: Metodista; Rio de Janeiro: Lucerna, 2006. SANTOS, S. R. M. Os centros de referência para a formação continuada de professores: algumas alternativas em busca da autonomia. In: 28ª REUNIÃO ANUAL DA ANPED - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 2005. Anais... 28ª Reunião Anual da ANPED - Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Educação - 40 anos de Pós-Graduação em Educação no Brasil, 2005. SÃO PAULO, (Estado) Edital de chamamento público. Diário Oficial [do] Estado de São Paulo. São Paulo: Imprensa Oficial, terça-feira, 01 de dezembro de 2009, São Paulo, 54 (222), p. 101. SAVIAN FILHO, Juvenal. O conceito de deficiência: enfoque filosófico. in: BERKENBROCK-ROSITO, Margarète May; MORENO, Leda Virgínia Alves. O sujeito na educação e saúde. São Paulo: Centro Universitário São Camilo; Edições Loyola, 2007. SCHÖN, Donald. Formar professores como profissionais reflexivos in: NÓVOA, Antonio (Org.). Os professores e sua formação. Lisboa, Portugal: Don Quixote, 1992, p. 93-114. SCHWARTZMAN, José Salomão. Síndrome de Down. São Paulo: Memnon Edições Científicas, 2002. SILVA, Ana Maria Costa e. A formação contínua de professores: Uma reflexão sobre as práticas e as práticas de reflexão em formação. Educação & Sociedade, ano XXI, no 72, Agosto de 2000. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/es/v21n72/4195.pdf>. Acesso em abril de 2010. SILVA, Eduardo Marcondes Filinto da; AGUIAR, Marianne Thamm de. Terceiro Setor: buscando uma conceituação. Cadernos Fundata, CEFEIS, set. de 2001. SILVA, Jair Militão da. A autonomia da escola pública. Campinas, SP: Papirus, 1996. SIMÃO, Lívia Mathias. Relações professor-aluno: estudo descritivo através de relatos verbais do professor. São Paulo: Ática, 1986. SOARES, Marina Lisboa. Motivação e Aprendizagem. Flórida Review, Miami /FLA- USA. Seção Educação, ano18, n.356, p.47, 15 set. 2003. Disponível em: <http://www.mlspsicopedagogia.com/artigo4_44.html#_ftn1>. Acesso em março de 2010. SOUZA, Elizeu Clementino de. (Auto)biografia, identidades e alteridade: modos de narração, escritas de si e práticas de formação na pós-graduação. Revista Fórum Identidades, n. 2, v. 4, p. 37-50, jul. / dez. 2008. _____________. Histórias de vida e formação de professores: História de vida e práticas de formação, escrita de si e cotidiano escolar. In: TVESCOLA/SEED-MEC. Salto para o Futuro: Histórias de vida e formação de professores. Bol. 1, mar., 2007. p. 3-13. SOUZA, Valdemarina Bidone de Azevedo [org]. Participação e interdisciplinaridade: movimentos de ruptura/construção. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1996. SUÁREZ, Daniel. A documentação narrativa de experiências pedagógicas como estratégia de pesquisa-ação-formação de docentes. In: PASSEGGI, Maria da Conceição; BARBOSA,Tatyana Mabel Nobre. Narrativas de formação e saberes biográficos. Natal/RN:EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2008 TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2002. TOURINHO, Emmanuel Zagury. Subjetividade e relações comportamentais. Tese (Professor Titular) não-publicada, Departamento de Psicologia Experimental, Universidade Federal do Pará, Belém, 2006. TREVIZAM, Anaide. Um processo de formação continuada: das necessidades formativas às possibilidades de formação. 2008. 99 fl. Tese (Mestrado). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo. VILARINHO, Lúcia Regina Goulart. Didática. Rio de Janeiro: LTC, 4a. ed., 1985.pt_BR
Aparece nas coleções:Mestrado Acadêmico em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Eliana Agassi de Castro.pdf802.25 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.