Repositório Institucional UNICID Campus Tatuapé Dissertações Mestrado Acadêmico em Educação
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/255
Tipo: Dissertação
Título: Ateliê de memórias – narrativas autobiográficas de ingressantes no ensino superior
Autor(es): Vaiano, Camila Lopes
Primeiro Orientador: Furlanetto, Ecleide Cunico
Resumo: A presente pesquisa teve por objetivo compreender, por meio das narrativas dos alunos, ingressantes no nível superior, o que dificulta e o que facilita a inserção acadêmica destes estudantes. Autores que investigam o processo de (auto formação, pesquisa narrativa e pertencimento acadêmico foram trazidos para um diálogo e fundamentação da pesquisa. Na presente pesquisa utilizou-se a abordagem qualitativa, como proposta de dialogar com sujeitos singulares (sujeitos sociais) que possuem experiências acerca da inserção no ensino superior. Mais especificamente, apoiou-se em pesquisas pautadas nas narrativas (auto) biográficas destes estudantes. A investigação contou com 61 alunos, ingressantes dos cursos de Design Gráfico, Produção Audiovisual e Produção Publicitária. O corpus da pesquisa foi composto pelo diário de bordo da pesquisadora e 9 livros (auto)biográficos produzidos pelos alunos no Ateliê de Memórias, desenvolvido em uma Instituição privada de Ensino Superior, na cidade de São Paulo, SP, que utilizava como metodologia de ensino o Ensino para Compreensão e Currículos Integrado. A partir da análise das narrativas dos participantes foi possível identificar valores, crenças e representações (coletivas e individuais) que eles construíram em suas vidas, antes de sua entrada no ensino superior como meio de enfrentar situações difíceis. A compreensão do que dificulta e do que facilita a inserção acadêmica dos alunos entrantes no nível superior deste trabalho, admite a premissa de que a inserção nas atividades do terceiro grau está relacionada com o grau de pertencimento dos alunos à instituição ou a seus próprios cursos. No Ateliê de Memórias, o trabalho coletivo de narração de cada participante, a colocação em comum de questões e as preocupações e inquietações, permitiram que os alunos saíssem do isolamento, de seus próprios problemas e refletissem sobre a possibilidade de uso de recursos, antes insólitos a eles e de caminhos específicos, oriundos de suas próprias experiências, para solucionar seus problemas e adaptar-se às suas realidades.
Abstract: This master’s thesis intends to understand, through the college students' narratives, what hinders and facilitates the academic insertion of these students. This study was anchored in an academic setting project called Ateliê de Memórias. This Project was developed in a private college, in São Paulo (SP), which used as an especific teaching methodology – Comprehensive Teaching and Integrated Curriculum. The idea was that students could narrate their life stories in small work groups and the difficulties faced in their educational processes, because they were too common in the entrance in a college in Brazil. So, students was invited to turn these (auto) biographies into children's books. Spicific and themed academic works which investigate the process of (self) formation, narrative research and academic belonging were brought to a dialogue and research rationale. This thesis presents 61 students, who entered in three tecnological courses – Graphic Design, Audiovisual Production and Advertising Production. The research corpus consisted of the researcher's journal and nine (auto) biographical books produced by the students at Ateliê de Memórias project. In the present research we used the qualitative approach, as a proposal to dialogue with social subjects which have experiences about insertion in college education. More specifically, it relied on research based on the (auto) biographical narratives of these students. From the analysis of their narratives it was possible to identify values, beliefs and representations (collective and individual) that they built in their lives, before their entry into college education as a means to face difficult situations. Understanding what makes it difficult and what facilitates the academic insertion of students entering the college level of this work, admits the premise that, based on teaching for understanding, the insertion in the activities of the college degree is related to the degree of belonging of the students. In Ateliê de Memórias, the collective narrative work of each participant, the pooling of questions, restlessnesses and concerns, allowed students to emerge from isolation, their own problems, and to reflect on the possibility of using resources that were previously unusual, they came from specific ways from their own experiences, to solve their problems and adapt to their realities.
Palavras-chave: Ensino superior - Acolhimento
Ambiente educativo
Memórias narrativas
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade Cidade de São Paulo
Sigla da Instituição: UNICID
Departamento: Pós-Graduação
Programa: Programa de Mestrado em Educação
Citação: VAIANO, Camila Lopes. Ateliê de memórias – narrativas autobiográficas de ingressantes no ensino superior. Orientadora: Profa. Dra. Ecleide Cunico Furlanetto. 2019. 139f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Cidade de São Paulo. 2019.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/handle/123456789/255
Data do documento: 19-Nov-2019
Aparece nas coleções:Mestrado Acadêmico em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CAMILA LOPES VAIANO.pdfDissertação13.69 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.