Repositório Institucional UNICID Campus Tatuapé Dissertações Mestrado Acadêmico em Educação
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/306
Tipo: Dissertação
Título: Equidade educacional nos anos iniciais do ensino fundamental e vulnerabilidade social nos territórios do município de São Paulo
Autor(es): Penninck, Renan Brazil
Primeiro Orientador: Ribeiro, Vanda Mendes
Resumo: Esta pesquisa pretende investigar se houve ampliação da equidade educacional nos anos iniciais (1° ao 5°) do ensino fundamental em São Paulo e, em caso positivo, verificar se há indícios de que o fenômeno se estenda, também, às localidades da cidade classificadas como sendo de alta vulnerabilidade social. Especialistas têm afirmado que o princípio de justiça mais adequado para sustentar as políticas educacionais de educação básica é a igualdade de base (CRAHAY, 2000; DUBET, 2009), um princípio que, segundo Ribeiro (2014b), se ajusta à perspectiva da justiça como equidade proposta por Rawls. De acordo com essa perspectiva, nessa etapa da escolaridade, de direito obrigatório e subjetivo, nenhum aluno deveria ter um nível de conhecimento abaixo do esperado pelo Poder Público. A desigualdade escolar no Brasil é alta e afeta sobremaneira os negros, meninos e populações com nível socioeconômico menos elevado (ALVES; SOARES; XAVIER, 2016). A literatura indica que o fenômeno da vulnerabilidade social nos territórios das grandes cidades afeta o desempenho dos alunos (ÉRNICA; BATISTA, 2012; RIBEIRO; VÓVIO, 2017) e torna mais complexa a consecução da justiça como equidade (PEREIRA-SILVA, 2016), razão pela qual se justifica um olhar sobre a equidade na cidade de São Paulo, com atenção especial aos seus territórios de alta vulnerabilidade social. Para responder aos objetivos da pesquisa, esta investigação fez uso da abordagem quantitativa com tratamentos de dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), QEdu e Prefeitura de São Paulo. Foram feitas análises dos resultados da Prova Brasil na rede municipal de São Paulo de 2011 a 2015 para o segmento dos anos iniciais do ensino fundamental. Os resultados dessa pesquisa apontam indícios de que a rede municipal de educação de São Paulo ampliou, nos últimos anos, sua capacidade de gerar aprendizagem para todos, nos anos iniciais do ensino fundamental, inclusive para crianças com menor nível socioeconômico (NSE) e de escolas situadas em territórios de alta vulnerabilidade. Entretanto, os alunos desses territórios ainda permanecem adquirindo níveis de proficiência mais baixos.
Abstract: This research aims to investigate if there was an expansion of educational equity in the early years (1st to 5th) of elementary school in São Paulo and, if so, to verify if there is evidence that the phenomenon also extends to the city locations classified as being of high social vulnerability. Experts have argued that the most appropriate principle of justice to underpin basic education policies is basic equality (CRAHAY, 2000; DUBET, 2009), a principle that, according to Ribeiro (2014b), fits into the perspective of justice as equity proposed by Rawls. According to this perspective, at this stage of schooling, subject to compulsory and subjective law, no student should have a level of knowledge lower than expected by the Government. School inequality in Brazil is high and greatly affects blacks, boys and populations with lower socioeconomic status (ALVES; SOARES; XAVIER, 2016). The literature indicates that the phenomenon of social vulnerability in the territories of large cities affects student performance (ÉRNICA; BATISTA, 2012; RIBEIRO; VÓVIO, 2017) and makes achieving justice as equity more complex (PEREIRA-SILVA, 2016), This is why a look at equity in the city of São Paulo is justified, with special attention to its highly socially vulnerable territories. To respond to the research objectives, this research made use of the quantitative approach with data processing of the National Institute of Educational Studies and Research Anísio Teixeira (Inep), QEdu and São Paulo City Hall. Prova Brasil results were analyzed in the São Paulo municipal network from 2011 to 2015 for the segment of the early years of elementary school. The results of this research indicate that the São Paulo municipal education network has expanded in recent years its ability to generate learning for all, in the early years of elementary school, including children with lower socioeconomic status (SES) and schools. located in highly vulnerable territories. However, students in these territories still continue to gain lower levels of proficiency.
Palavras-chave: Equidade
Desigualdades socioeducacionais
Vulnerabilidade social
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Universidade Cidade de São Paulo
Sigla da Instituição: UNICID
Departamento: Pós-Graduação
Programa: Programa de Mestrado em Educação
Citação: PENNINCK, Renan Brazil. Equidade educacional nos anos iniciais do ensino fundamental e vulnerabilidade social nos territórios do município de São Paulo. Orientadora: Profa. Dra. Vanda Mendes Ribeiro. 2019. 74f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Cidade de São Paulo. 2019.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/handle/123456789/306
Data do documento: 13-Jun-2019
Aparece nas coleções:Mestrado Acadêmico em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RENAN BRAZIL PENNINCK.pdfDissertação638.1 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.