Repositório Institucional UNICID Campus Tatuapé Dissertações Mestrado Acadêmico em Educação
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/98
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorGomes, Izabel da Silva-
dc.date.accessioned2019-08-26T18:03:28Z-
dc.date.available2019-08-26T18:03:28Z-
dc.date.issued2012-05-31-
dc.identifier.urihttp://repositorio.cruzeirodosul.edu.br:8080/jspui/handle/123456789/98-
dc.description.abstractThis study aimed to investigate how teacher education contributes to the daily attendance of students with disabilities in regular class, a school Board of Education of an Eastern State Network of Sao Paulo, according to its established guidelines and policies for education issued by the government. The research has developed around the aspects of teaching practices carried out by teachers in their daily work in the school, as the scope of actions and programs from the public policy of inclusive education. Interest in the subject emerges from the anxieties generated in the form of assistance that the school, in their condition, gives to students with disabilities and also to students who have some type of difficulty in learning and consequently in their general development. This investigation sought to articulate public policies for inclusion in the federal and state programs and actions related to ensuring the advancement of the process of inclusive education within the school unit. Thus, this research is qualitative with an exploratory literature review as well as participant observation on the target population of research, ie, those involved in school work, developing daily in the school of education care for students with disabilities, including for both the person authorizing, school teachers, educational coordinators, assistants and other staff and parents of students who somehow help the school for school inclusion. As a reference, I turned to the legal bases, their reassurances, especially in the last decade, through laws and decrees that determine programs and activities dealing with aspects of inclusive education in national education and authors of the field of special education and humanists as SILVA, MACHADO and others.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Cidade de São Paulopt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPolíticas públicas de educaçãopt_BR
dc.subjectEducação inclusivapt_BR
dc.subjectAtendimento escolar do aluno com deficiência na escola comumpt_BR
dc.subjectEducation public policiespt_BR
dc.subjectInclusive educationpt_BR
dc.subjectSchool attendance of disabled students in regular schoolspt_BR
dc.titleA formação do professor e o atendimento cotidiano dos alunos com deficiência na classe comum de uma escola da diretoria de ensino leste 1 da rede Estadual de São Paulopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.creator.ID95240071853pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/0603582857221902pt_BR
dc.contributor.advisor1Machado, Edileine Vieira-
dc.contributor.advisor1ID11504699866pt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0207650531759123pt_BR
dc.description.resumoEsta pesquisa teve como objetivo investigar como a formação do professor contribui para o atendimento cotidiano dos alunos com deficiência na classe comum de uma escola da Diretoria de Ensino Leste 1 da Rede Estadual de São Paulo, segundo suas diretrizes estabelecidas e as políticas públicas de educação emitidas pelo poder público. A investigação se desenvolveu em torno dos aspectos das práticas pedagógicas realizadas pelos professores no trabalho diário no espaço da escola, conforme o alcance das ações e dos programas provenientes das políticas públicas de educação inclusiva. O interesse pelo tema emerge das inquietações geradas na forma de atendimento que a escola, em suas condições, dispensa aos alunos com deficiência e também aos alunos que apresentam algum tipo de dificuldade na aprendizagem e, por consequência, no seu desenvolvimento de modo geral. Essa investigação pretendeu articular-se às políticas públicas de inclusão nos âmbitos federal e estadual, ligados aos programas e às ações que garantem o avanço do processo da educação inclusiva no interior da unidade escolar. Sendo assim, esta pesquisa é qualitativa do tipo exploratória, com levantamento bibliográfico bem como observação participante sobre a população alvo de pesquisa, ou seja, as pessoas envolvidas no trabalho escolar, que desenvolvem diariamente, na escola de ensino regular, o atendimento aos alunos com deficiência, compreendendo, para tanto, a pessoa do(a) gestor(a) escolar, professores, coordenadores pedagógicos, auxiliares e demais funcionários e os pais de alunos que, de alguma forma, ajudam a escola no processo de inclusão escolar. Como referência, recorreu-se às bases legais, suas reafirmações, principalmente, na última década, por meio de leis e decretos que determinam programas e ações que tratam dos aspectos da educação inclusiva na educação nacional e autores do campo da educação especial e humanistas como, SILVA, MACHADO e outros.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentPós-Graduaçãopt_BR
dc.publisher.programMestrado em Educaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUNICIDpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::PLANEJAMENTO E AVALIACAO EDUCACIONAL::POLITICA EDUCACIONALpt_BR
dc.relation.referencesARENDT, Hannah. O que é política. Ed. Úrsula Ludz; tradução de Reinaldo Guarany. 4 ed. Rio de Janeiro. Bertrand Brasil, 2003. A ADEFAV – centro de recursos em deficiência múltipla, surdocegueira e deficiência visual, capacitação de famílias e comunidade e formação de profissionais. São Paulo. AHIMSA. Associação Educacional para Múltipla Deficiência. São Paulo. BOBBIO, Norberto. A Era dos Direitos/Norberto Bobbio; tradução de Carlos Nelson Coutinho; apresentação de Celso Lafer. Nova Ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004. 10ª reimpressão. BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Atualizada até a Emenda Constitucional n. 57, de 18 de dezembro de 2008. ___________. Conferência Nacional de Educação (Conae), 28 de março a 1º de abril de 2010. ___________. Emenda Constitucional nº 59, de 11 de novembro de 2009. BRASIL, Saberes e Práticas da Inclusão Caderno do coordenador e do formador. MEC/Seesp 2006. BRASIL – Inep/Censo 2011. BRASIL. MEC/Seesp – EDITAL Nº 2, de 26 de abril de 2007. Programa de Formação Continuada de Professores na Educação. SÃO PAULO. Lei Complementar Nº 836, de 30 de dezembro de 1997. Disponível em: <http://www.educacao.sp.gov.br/> __________. Projeto de Lei Ordinário (PLO) nº 8.035. Plano Nacional de Educação para o decênio 2011-2020/2010. __________. Lei nº 10.172, de 9 de janeiro de 2001. Plano Nacional de Educação 2001-2010. BRASIL. Parecer CNE/CEB 17/2001. BRASIL. Saberes e práticas da inclusão: introdução. 4 ed. Marilda Moraes Garcia Bruno (elaboração). Brasília: MEC, Secretaria de Educação Especial, 2006. __________. Resolução CNE/CEB nº 2, de 11 de setembro de 2001. (*) Brasil, Parecer CNE/CEB 17/2001. __________. Disponível em: <http://fne.mec.gov.br/images/pdf/notas_tecnicas_pne_2011_2020.pdf>. Documento Notas Técnicas PNE 2010-2020 do Ministério da Educação/Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Brasil – Inep/Censo 2011. __________. MEC/Seesp. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Documento elaborado pelo Grupo de Trabalho nomeado pela Portaria Ministerial nº 555, de 5 de junho de 2007, prorrogada pela Portaria nº 948, de 9 de outubro de 2007. __________. Disponível em: <http://fne.mec.gov.br/images/pdf/notas_tecnicas_pne_2011_2020.pdf>. Documento Notas Técnicas PNE 2010-2020 do Ministério da Educação/Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. __________. MEC. Revista da Educação Especial Ano 1 – Nº 01 e 02, out. 2005. __________. Declaração de Salamanca e a linha de ação sobre necessidades educativas especiais. Brasília: CORDE, 1994. __________. Saberes e Práticas da Inclusão – avaliação para identificação de necessidades educacionais especiais. MEC/Seesp 2006. __________. MEC Sala de Recursos Multifuncionais. Brasília: MEC/Seesp, 2006. ___________.MEC. FÓRUM NACIONAL DE EDUCAÇÃO – FNE. NOTA PÚBLICA. Brasília, 2011. __________. A Inclusão de Crianças e Jovens com Surdocegueira e com Deficiência Múltipla Sensorial. Reflexões do Grupo de Trabalho do Projeto Perkins/Lavelle 2009. BRASÍLIA, DF. Construindo o Sistema Nacional Articulado de Educação: Plano Nacional de Educação, Diretrizes e Estratégias. Brasília, DF: MEC, 2010. CADER-NASCIMENTO, Fátima A. A. A. Educação infantil: saberes e práticas da inclusão: dificuldades de comunicação e sinalização: surdocegueira/múltipla deficiência sensorial. elab. Fátima Ali Abdalah Abdel Cader; Nascimento, Shirley Rodrigues Maia. 4 ed. Brasília, DF: MEC. Secretaria de Educação Especial, 2006. _________. Mediação pedagógica no processo de desenvolvimento da comunicação em crianças surdocegas. Temas em Psicologia da SBP – 2003, Vol. 11 nº 2, 85-86. CURY, Carlos Roberto Jamil, Por um Plano Nacional de Educação: nacional, federativo, democrático e efetivo. RBPAE – V. 25, nº 1. p. 13-30, jan./abr. 2009. _________. Os fora de série na escola. Campinas, SP. Armazém do Ipê, 2005. GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1999. _________. Como elaborar projetos de pesquisa. 3 ed. São Paulo: Atlas, 1996. GERALDI, João Wanderley. Portos de Passagem/João Wanderley Geraldi. 4 ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997 (Texto e linguagem). HONORA, Márcia; FRIZANCO, Mary Lopes Esteves. Esclarecendo as Deficiências: aspectos teóricos e práticos para contribuição com uma sociedade inclusiva. São Paulo: Ciranda Cultural Editora Ltda., 2008. LEONARDI, M. M.; LOPES, G. J.; BEZERRA P. P.; BORGES A. P. O. Impacto do desequilíbrio estático e dinâmico no risco de quedas em indivíduos com ataxia espinocerebelar. Disponível em: <http://www.revistaneurociencias.com.br/edicoes/2009/>, 24 jul. 2011. MACHADO, Edileine Vieira. A formação do sujeito como ser de relações. Notandum Libro, dez. 2009. Cemoroc-Feusp/IJI - Universidade do Porto. __________. A exclusão como sinal de desumanização, as falsas inclusões e a inclusão humanista; o tema dos espaços humanos de inclusão. In: Notandum Libro. nº 14, Jean Lauand (Org.). Centro de Estudos Medievais Oriente & Ocidente EDF/Feusp. São Paulo, 2010. __________. É Tempo de Espaços Humanos de Inclusão. Como formar o profissional de educação para esses ambientes? All. Das margens ao centro: perspectivas para as políticas e práticas educacionais no contexto da educação especial inclusiva/ Enicéia Gonçalves Mendes, Maria Amélia Almeda, organizadoras. Araraquara, SP: Junqueira&Marin, 2010. MENESES, João Gualberto de Carvalho. et. al. Educação Básica: Políticas, Legislação e Gestão – Leituras. Pioneira Thomson Learning. Vários autores. São Paulo, 2004. PAULON, Simone Mainieri – Documento subsidiário à política de inclusão/Simone Mainieri Paulon, Lia Beatriz de Lucca Freitas, Gerson Smiech Pinho. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, 2005. SAVIANI, Dermeval. PDE – Plano de Desenvolvimento da Educação: análise crítica da política do MEC. Campinas, SP: Autores Associados, 2009. SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Cortez, 2000. SILVA, Jair Militão da. A autonomia da escola pública: A re-humanização da escola. Campinas: Papirus, 2006. __________. A construção de uma nova civilização fundada na excelência In Notandum Libro – nº 14. Jean Lauand (Org.). Centro de Estudos Medievais Oriente & Ocidente EDF/Feusp, São Paulo, 2010. REALE, Miguel, 1910. Lições preliminares de direito. Miguel Reale. 26 ed. Ver. – São Paulo: Saraiva, 2002. Rev. Bras. Psiquiatr. vol.28 suppl.1 São Paulo May 2006. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=>; <http://www.scielo.br/pdf/%0D/epsic/v9n3/a18v09n3.pdf 10/2011>. BOSA, Vanessa Fonseca Gomes Cleonice. Estresse e relações familiares na perspectiva de irmãos de indivíduos com Transtornos Globais do Desenvolvimento. Estudos de Psicologia, 2004. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/; <http://revistaescola.abril.com.br/politicas-publicas>. <http://www.bve.inep.gov.br/web/educacenso/perguntas-frequentes>. Acesso em: 28 out. 2011.pt_BR
Aparece nas coleções:Mestrado Acadêmico em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Izabel da Silva Gomes.pdfA formação do professor e o atendimento cotidiano dos alunos com deficiência na classe comum de uma escola da diretoria de ensino leste 1 da rede Estadual de São Paulo933.99 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.